lavanda oleo essencial

Plantas Rainhas: Lavanda ūüĎĎūüíú

Hoje vamos começar uma série de posts muito especial no nosso blog, a série Plantas Rainhas! Nesses posts, vamos contar tudinho o que sabemos sobre as estrelas das nossas fórmulas, as plantas. E a planta que vai estrear a nossa série não poderia ser outra, senão a Lavanda!

Por que amamos tanto a lavanda?

A lavanda foi a planta que me fez me apaixonar pelo universo dos √≥leos essenciais. Nunca me esque√ßo da primeira vez que senti o aroma de seu √≥leo essencial. A sensa√ß√£o imediata foi de um acolhimento na alma… Algo que eu nunca tinha sentido antes com qualquer produto que tenha passado na pele. Essa sensa√ß√£o me fez querer saber muito mais sobre √≥leos essenciais, o que me levou a estudar aromaterapia. Ao estudar sobre a lavanda, descobri que ela √© adaptog√™nica, o que me fascinou ainda mais. Isso significa que ela √© capaz de atuar em nosso organismo da forma que mais precisamos no momento, seja ela f√≠sica, mental ou energ√©tica. Incr√≠vel, n√©? Uma verdadeira panaceia. N√£o √© √† toa que √© o √≥leo essencial mais usado no mundo.

Vamos então à nossa rainha Lavanda.

Nome comum: Lavanda ou alfazema
INCI Name: Lavandula angustifolia ou Lavandula officinalis
Forma de apresenta√ß√£o: √ďleo essencial
Método de extração: destilação por arraste a vapor das folhas e flores
Origem: nativas das Ilhas Can√°rias, norte e oeste da √Āfrica, sul da Europa e no Mediterr√Ęneo, Ar√°bia e √ćndia. A lavanda usada na Jaci vem da Espanha, Bulg√°ria ou Fran√ßa. A lavanda cresce em solos pobres, arenosos, em regi√Ķes costeiras de clima ameno
Descrição sobre a planta: arbusto aromático, que atinge de 1-2m de altura, com folhas verdes e flores roxas.
Sustentabilidade na produ√ß√£o e cultivo: o cultivo da lavanda √© considerado sustent√°vel. Por ser uma erva arom√°tica (e por ser um insecticida e fungicida), ela √© dificilmente atacada por pragas. Por isso, normalmente n√£o depende de fertilizantes ou pesticidas[1]. A lavanda tamb√©m n√£o √© uma esp√©cie considerada em risco de extin√ß√£o, pois √© abundante em muitas regi√Ķes do mundo.[2] O cultivo de lavanda √© muito ben√©fico para o mundo, pois √© uma planta que atrai insetos polinizadores como abelhas e borboletas, que s√£o vitais para a natureza.

Lavanda, alfazema, lavandin, lavanda brasileira… S√£o a mesma coisa? Qual a diferen√ßa entre eles?

O g√™nero das lavandas (Lavandula) possui aproximadamente 40 esp√©cies. Dentre essas mais de 40 esp√©cies, tr√™s se destacam pela import√Ęncia comercial: a Lavandula angustifolia ou Lavandula officinalis (Lavanda francesa), a Lavandula hybrida (Lavandin) e a Lavandula latifolia.
Quando falamos no √≥leo essencial de lavanda cl√°ssico, o queridinho da aromaterapia, geralmente nos referimos √† lavanda francesa, da esp√©cie Lavandula angustifolia ou Lavandula officinalis (sim, essa esp√©cie possui esses dois nomes distintos!). J√° o Lavandin √© uma planta h√≠brida, criada atrav√©s da poliniza√ß√£o cruzada de Lavandula angustifolia com Lavandula latifolia. N√≥s usamos o √≥leo de lavandin no Sabonete e Shampoo Lavandin e Castanha, pois a extra√ß√£o de seu √≥leo essencial possui rendimento muito maior que o da lavanda, e por isso seu uso √© mais sustent√°vel e seu pre√ßo, muito mais acess√≠vel. O lavandin possui aroma e propriedades muito semelhantes √† lavanda: ele tamb√©m possui propriedades calmantes e tranquilizantes.
Algumas empresas comercializam √≥leo essencial de lavanda brasileira, que vem da esp√©cie Lavandula dentata. Por mais que a planta seja esteticamente muito parecida com a lavanda francesa ou o lavandin, suas propriedades s√£o distintas. A Lavanda brasileira n√£o tem efeito sedativo, e sim efeito estimulante, por ser rica em componentes como fenchona, cineol e c√Ęnfora.
Por conta do grande n√ļmero de esp√©cies do mesmo g√™nero, e por todas elas serem muito parecidas entre si, √© muito comum que as pessoas identifiquem qualquer uma delas como lavanda ou alfazema (outro nome popular pra esse g√™nero), e t√° tudo certo ūüôā Nas lojas de plantas aqui no Brasil, por exemplo, conseguimos comprar mudas de lavanda, mas que n√£o s√£o exatamente a esp√©cie que nos referimos nesse texto. Geralmente a lavanda encontrada nessas lojas √© a Lavandula dentata ou Lavandula latifolia. Mas esse texto se refere √† lavanda cl√°ssica da aromaterapia!

Usos tradicionais, histórias, folclore

A associa√ß√£o da lavanda como uma plantinha poderosa vem desde os tempos de Cleopatra. A tumba de Tutankamon continha tra√ßos de lavanda que ainda exalava aroma, e diz-se que Cle√≥patra usada lavanda para seduzir Julio C√©sar e Marco Ant√īnio.
No norte da Europa, a lavanda era uma das ervas consagradas a Hécate, deusa do além, capaz de afastar o mau olhado.
A hist√≥ria conta tamb√©m que fabricantes de luvas do s√©culo 16 que perfumaram seus artigos com a erva n√£o pegaram c√≥lera. Alguns bandidos no s√©culo 17 que lavaram suas m√£os com lavanda ap√≥s assaltar t√ļmulos n√£o foram assolados pela praga.
Na Espanha e em Portugal, flores de lavanda eram tradicionalmente espalhadas nos chão das igrejas ou jogadas nas fogueiras para espantar espíritos malignos no dia de São João. Na Toscana, prender um raminho de lavanda na camiseta era uma forma tradicional de proteger contra o mau olhado. A Rainha Elizabeth I da Inglaterra sempre tinha vasos de lavanda na sua mesa.
Os Romanos deram o nome √† planta ap√≥s utiliz√°-los em rituais de banhos (‚Äúlava‚ÄĚ vem de lavar). O herbalista ingl√™s John Parkison escreveu que “a lavanda √© especialmente boa para dores de cabe√ßa”, e o Rei Charles VI da Fran√ßa sempre colocava lavanda dentro de seu travesseiro para que tivesse uma boa noite de sono.
Na medicina tradiciona da √Āsia, a lavanda tem sido usada h√° muitos anos por suas propriedades refrescantes, tanto na mente quanto no cora√ß√£o, ajudando as pessoas a relaxarem e encontrarem um al√≠vio nas tens√Ķes mentais e corporais. [3][4]
Na hist√≥ria mais recente, a lavanda ficou famosa por suas propriedades curativas quando Ren√©-Maurice Gattefoss√©, um qu√≠mico franc√™s da d√©cada de 30, queimou sua m√£o em um acidente no laborat√≥rio. Ap√≥s a queimadura, ele mergulhou seu bra√ßo em uma tina contendo √≥leo de lavanda, crendo que era √°gua. Para sua surpresa, a dor da queimadura rapidamente diminuiu e durante um curto espa√ßo de tempo, com o cont√≠nuo emprego do √≥leo de lavanda, a queimadura cicatrizou completamente sem a presen√ßa de qualquer tipo de cicatriz. Como qu√≠mico, Gattefosse analisou o √≥leo essencial de lavanda e descobriu que ele continha uma s√©rie de subst√Ęncias qu√≠micas de extraordin√°rias propriedades terap√™uticas. Posteriormente, ele usou √≥leos essenciais para tratar soldados durante a guerra, e posteriormente passou a estudar os poderes curativos dos √≥leos essenciais.[5]

Quais s√£o seus principais ativos?

O √≥leo essencial lavanda √© composto por dezenas de subst√Ęncias que atuam em sinergia. Os principais s√£o o linalool e o linalyl acetate, que possuem as seguintes propriedades:

Linalool (aprox. 36,20%): apresenta atuação terapeutica bactericida, fungicida, acaricida, ansiolítica (reduz a ansiedade), sedativa, anticonvulsionante e antidepressiva. [6]

Linalyl acetate (aprox. 39,98%): um √©ster de car√°ter anfot√©rico. Anfot√©rico √© um termo usado em ci√™ncia para um composto que pode comportar-se tanto como um √°cido ou como uma base. √Č usado na Medicina Herbal e Aromaterapia para indicar que uma subst√Ęncia pode agir aparentemente em modos contradit√≥rios, isto √©, melhora sintomas de um hipo ou hiper funcionamento, dependendo da condi√ß√£o do indiv√≠duo, pois ela normaliza e harmoniza as fun√ß√Ķes. √Č o linalyl acetate que confere as propriedades adaptog√™nicas e equilibrantes √† lavanda ūüíú al√©m disso, apresenta tamb√©m atua√ß√£o antiinflamat√≥ria. [7]

Abaixo está a cromatrogafia do óleo essencial de lavanda que usamos aqui na Jaci, com os seus principais componentes:

Cromatografia do óleo essencial de lavanda francesa que usamos aqui na Jaci. Note que os principais componentes são o linalool (36,20%) e linalyl acetate (39,98%)
Continuação da imagem anterior

Propriedades e benefícios da lavanda:

Palavras-chave: analgésico, antisséptico, antibiótico, bactericida, antiviral, cicatrizante, antitóxico, antirreumática, desodorante, diurético, parasiticida, vermífugo, descongestionante.

Pele: Estimula o processo de cura e promove o crescimento das c√©lulas, acelerando a forma√ß√£o de pele nova e saud√°vel. Por isso, pode ajudar nos casos de acne, fur√ļnculos, herpes labial, dermatite, eczema, erup√ß√Ķes, infec√ß√Ķes cut√Ęneas e queimaduras de sol.
Cabelo: deixa-o mais sedoso e mais f√°cil de pentear, al√©m de levar consigo todas as suas propriedades terap√™uticas (antif√ļngica, cicatrizante, etc.). Combate piolhos.
Sa√ļde da mulher: √ļtil para controlar a TPM aliviando seus sintomas. Sua a√ß√£o analg√©sica auxilia no al√≠vio de dores das c√≥licas. No trabalho de parto, relaxa a parturiente. Na menopausa, controla as emo√ß√Ķes, dando mais paci√™ncia para a mulher enfrentar a nova etapa da vida.
Sistema nervoso: possui a√ß√£o reconfortante, promove o equil√≠brio e √© calmante. Pode ser ben√©fico para emo√ß√Ķes fortes, como a frustra√ß√£o, a irritabilidade, a ansiedade, o p√Ęnico e a ins√īnia. Auxilia no al√≠vio de dores de cabe√ßa, ins√īnia, varia√ß√£o de humor e tens√£o nervosa.
Sistema respirat√≥rio: atua como antiespasm√≥dico, relaxando a respira√ß√£o. Pode auxiliar em casos de asma, congest√£o dos br√īnquios, resfriados, gripes e dores de garganta.
Sistema circulat√≥rio, m√ļsculos e articula√ß√Ķes: por possuir propriedades anti-inflamat√≥rias, pode ser usado para aliviar dores musculares e reumatismo. Gra√ßas √† a√ß√£o analg√©sica, √© usado nas dores de tens√£o, de excesso de esfor√ßo f√≠sico, pancadas, torcicolos, espasmos musculares, tendinites, dores nos p√©s e nas costas.

Produtos Jaci com lavanda:
√ďleo Essencial de Lavanda
Desodorante Nuvem Herbal
Sérum Nutritivo Elixir da Lua
Spray Antisséptico Calmaria
Spray Antisséptico Deusa
Spray Antisséptico Cuca Fresca
Sais Arom√°ticos Deusa
Sais Arom√°ticos Calmaria
Kit Aromaterapia com Você | Lavanda
Colar Difusor Pessoal de Cer√Ęmica Lavanda

Pesquisa científicas: Segue abaixo algumas pesquisas científicas interessantes que estudaram e comprovaram os efeitos curativos da lavanda:

Lavender as a skin depigmetant (Lavanda como um despigmentador da pele) – https://www.researchgate.net/profile/Camelia-Tulcan/publication/322690856_Chemical_Composition_and_the_Potential_of_Lavandula_angustifolia_L_Oil_as_a_Skin_Depigmentant/links/5ab1c85fa6fdcc1bc0bff1c1/Chemical-Composition-and-the-Potential-of-Lavandula-angustifolia-L-Oil-as-a-Skin-Depigmentant.pdf

Comparing the effects of massage and aromatherapy massage with lavender oil on sleep quality of cardiac patients: A randomized controlled trial (Comparando os efeitos da massagem aromaterapeutica com óleo essencial de lavanda na qualidade do sono em pacientes cardíacos: um estudo clínico randomizado) https://www.kums.ac.ir/kums_content/media/image/2020/08/143765_orig.pdf

The Use of Lavender Aromatherapy to Relieve Stress in Trailered Horses (O uso de aromaterapia com lavanda para alívio de estresse em cavalos de corrida) https://www.researchgate.net/profile/Kylie-Heitman/publication/322261635_The_Use_of_Lavender_Aromatherapy_to_Relieve_Stress_in_Trailered_Horses/links/5ee7bbb5a6fdcc73be7bff2c/The-Use-of-Lavender-Aromatherapy-to-Relieve-Stress-in-Trailered-Horses.pdf

The Immediate Effects of Lavender Aromatherapy Massage versus Massage in Work Stress, Burnout, and HRV Parameters: A Randomized Controlled Trial (Os efeitos imediatos da massagem aromaterapeutica com lavanda no stress causado pelo trabalho, Burnout e par√Ęmetros de VFC: um estudo cl√≠nico randomizado) https://www.hindawi.com/journals/ecam/2020/8830083/

The effects of lavender essential oil aromatherapy on anxiety and depression in haemodialysis patients (Efeito do óleo essencial de lavanda na ansiedade e depressão de pacientes de hemodiálise) http://pbr.mazums.ac.ir/files/site1/user_files_88c428/atinik1357-A-10-95-1-414355d.pdf

Referências

[1] Lavender Production, Products, Markets, and Entertainment Farms – https://www.wnc.edu/files/departments/ce/sci/attralavender.pdf

[2] IUCN Red List – https://www.iucnredlist.org/species/203244/2762550

[3] A Love Letter to Lavender – https://www.healthline.com/health/lavender-history-plant-care-types#history-and-folklore

[4] Lavender Essential Oil: A Review – https://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.544.4881&rep=rep1&type=pdf

[5] Curso De Aromaterapia РIntrodutório РMódulo A РAromaflora.

[6] Wolffenb√ľttel, Adriana Nunes. Base da Qu√≠mica dos √ďleos Essenciais e Aromaterapia

[7] Curso De Aromaterapia РMódulo Química РAromaflora

Avatar of Daniella Kakazu
Engenheira Química pela UFSCar, com pós graduação em Sustentabilidade pela Universidade da California em Los Angeles. Logo depois que terminou sua pós, começou a empreender na Jaci. Fez cursos de saboaria natural no Santo Sabão, se formou como aromaterapeuta pela Aromaflora e é certificada em Advanced Organic Skincare Science pela Formula Botanica.
Post criado 40

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo